Esta Semana

24 jun
JOÃO MOREIRA nasceu em Lisboa em 1962.Frequentou a Sociedade Nacional de Belas ...
01 jul
O 43º Festival de Estoril Lisboa, Um festival com património, abre um novo ...
03 jul
Não sabes o que fazer nas férias? Gostas de teatro? Queres conhecer como é o ...

Temas

+ Votados

Marégrafo de Cascais


VISITAS POR MARCAÇÃO3ª e 5ª
Contacto214 815 907

Gratuito

Marégrafo de Cascais Av. Maria Pia de Sabóia
2750-411 Cascais

O Marégrafo de Cascais data de finais do século XIX e terá sido um dos primeiros observatórios europeus dedicado ao estudo das correntes e marés.

O sistema foi construído em 1877 por A. Borrel, em Paris, e encontra-se ainda em pleno funcionamento.

Ligado ao laboratório oceanográfico do rei D. Carlos I, o primeiro Marégrafo de Cascais foi instalado em 1882 na rocha da parte Este da fortaleza sobre a baía de Cascais, tendo mudado para o sítio atual (deslocação de cerca de 30 metros) em 23 de agosto de 1900.

A sua instalação foi motivada pela necessidade de estabelecer e manter a referência nacional de altitudes. Os dados recolhidos desde a sua instalação têm permitido estabelecer vários referenciais altimétricos temporais, possibilitando ainda a adaptação contínua do “Datum Altimétrico” (zero altimétrico registado há mais de um século em Cascais).

Os valores do nível médio do mar, que o Instituto Geográfico Português vem recolhendo no Marégrafo de Cascais, interessam não só ao país, mas também à comunidade científica internacional, por duas razões fundamentais: a amplitude temporal das séries de valores e a situação geográfica de Cascais. Por essas razões, estes valores são fornecidos há mais de 120 anos ao serviço internacional PSMSL (Permanent Service for Mean Sea Level), situado no Reino Unido, que os utiliza à escala mundial nos mais variados problemas científicos, distribuindo-os num banco de dados universal.

A longevidade e qualidade de dados do Marégrafo de Cascais permitem avaliar o movimento vertical relativo das massas oceânicas e continentais nesta zona costeira que em Cascais se traduzem numa subida do nível médio do mar de cerca de 15 cm desde o início do seu funcionamento, com óbvias implicações nas análises de impacto ambiental nas zonas costeiras.

Na sequência de um protocolo estabelecido entre a Câmara Municipal de Cascais e o Instituto Português Geográfico, a 21 de dezembro de 2005, com vista à colaboração na conservação, divulgação e animação desta peça patrimonial, o Marégrafo de Cascais pode ser visitado mediante marcação prévia.

Contactos:
214 815 907 | museumar@cm-cascais.pt

 


Pesquisar na agenda

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais