Está aqui

Conferência "Adaptação Local às Alterações Climáticas" | Greenfest 2015 - Centro de Congressos do Estoril

Promover o debate e, sobretudo, a partilha de boas práticas passíveis de replicar por todos os municípios portugueses na adaptação às alterações climáticas é o objetivo da Conferência “Adaptação Local às Alterações Climáticas” que se realiza dia 9 de Outubro, às 9h30, no Centro de Congressos do Estoril, integrada no projeto ClimAdaPT.Local, que decorre no âmbito do Greenfest 2015, o maior evento de sustentabilidade ambiental do país.
De participação gratuita mediante inscrição prévia, esta Conferência pretende promover o debate sobre a importância das comunidades locais na adaptação às alterações climáticas, em particular dos municípios e outros agentes locais. 
O programa conta com a presença de vários parceiros responsáveis pela definição de políticas ambientais em Portugal e na Noruega, bem como de agentes que já atuam no terreno, no sentido de partilhar boas práticas passíveis de replicar por todos os municípios nacionais. 
Com os crescentes e visíveis impactes das alterações climáticas por todo o mundo, torna-se cada vez mais imperativo definir estratégias de adaptação que respondam às necessidades das comunidades locais. Neste cenário, os municípios têm um papel preponderante na gestão da adaptação climática para assegurar a segurança dos cidadãos, garantir a salvaguarda dos recursos naturais locais e manter a competitividade do território numa economia global.
É com este contexto que o inovador projecto ClimaAdaPT.Local reúne, pela primeira vez, municípios de todo o país para a elaboração de Estratégias Municipais de Adaptação às Alterações Climáticas (EMAAC) e a sua integração nas ferramentas de planeamento municipal.
 
Enquadramento do Projeto
O consórcio responsável pelo ClimAdaPT.Local é liderado pelo centro de investigação CCIAM/CE3C da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, e constituído por entidades 
portuguesas e norueguesas (académicas, empresas, ONG e municípios) – entre as quais a Quercus - envolvidas em estudos, elaboração de estratégias e implementação de ações de adaptação, assim como no planeamento e gestão do território ao nível municipal e regional. 
O projeto ClimAdaPT.Local está integrado no Programa AdaPT, gerido pela Agência Portuguesa do Ambiente, IP (APA, IP), enquanto gestora do Fundo Português de Carbono (FPC), no valor total de 1,5 milhões de euros cofinanciado a 85% pelo EEA Grants e a 15% pelo FPC. 
O projeto beneficia de um apoio de 1,270 milhões de euros da Islândia, Liechtenstein e Noruega através do programa EEAGrants, e de 224 mil euros através do FPC. O objetivo do projeto ClimAdaPT.Local é desenvolver estratégias municipais de adaptação às alterações climáticas.
 
Para mais informações:
 
 

Sugerimos também

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais