Plano de classificação

Coleção AlmarjãoData de Produção Inicial:1370-04-24Data de Produção Final:2004-12-16Nível de Descrição:ColecçãoQuantidade de Unidades de Instalação:Quantidade: 28Tipo: Cx.Quantidade: 3Tipo: Liv.Quantidade: 1Tipo: GavetaNome do Produtor e História Administrativa/Biográfica:Nome do Produtor: Silva, José Maria da Costa eHistória Administrativa: José Maria da Ponte e Horta Gavazzo da Fonseca Magalhães da Costa e Silva (Almarjão), filho de Luís do Rego Barreto da Fonseca Magalhães Pereira Leite da Costa e Silva (Conde de Almarjão) e de Júlia Cândida do Couto Valente da Ponte e Horta Romano Gavazzo, nasceu em 1920-01-03, em Lisboa, vindo a casar, em 1952-07-10, com Maria Margarida de Sousa Castelo Branco da Costa e Silva. Viveu durante a infância e adolescência em Benfica, tendo fixado residência na Avenida Maria da Conceição, em Carcavelos, com os pais e irmãos, na década de 1940. Em 1956 fundou a Livraria Histórica Ultramarina, em Lisboa, tendo, como livreiro e alfarrabista, a oportunidade de aceder a bibliotecas, arquivos e recheios de casas das mais variadas origens, nas quais pôde adquirir peças que lhe permitiram constituir uma preciosa coleção dedicada a Carcavelos, com especial interesse para o estudo da vitivinicultura na região. Foi também investigador, colaborando em edições bibliográficas nacionais e estrangeiras, como o "Arquivo de Bibliografia Portuguesa", o "Boletim da Academia Portuguesa de Ex-Libris", a revista "A Arte de Ex-Libris" e a revista espanhola "La Libreria Antiquària". Organizou em 1986, por ocasião do XVII Congresso Internacional das Ciências Genealógica e Heráldica, realizado em Lisboa, uma exposição de cerca de cinquenta cartas de brasão. Em 1990-01-30 foi distinguido pelo Presidente da República com o Grande Oficialato da Ordem do Infante D. Henrique. Em 2006, a Câmara Municipal de Cascais atribuiu-lhe a Medalha de Mérito Cultural, em reconhecimento da sua meritória atividade em prol da memória local e nacional. Faleceu em 2008-11-08História Custodial e Arquivística:A coleção foi comprada pela Câmara Municipal de Cascais ao Sr. José Maria da Costa e Silva (Almarjão)Âmbito e Conteúdo:Parafraseando o colecionador, a coleção constitui «um acervo muito completo, cujo valor reside não só nas espécies em si, mas enquanto conjunto, que dificilmente será encontrado de outra maneira», fundamental para o estudo de Carcavelos e da vitivinicultura nos territórios da atual Região Demarcada de Carcavelos. A coleção é constituída por 11 secções: Vitivinicultura; Quintas Produtoras de Vinho (Quinta da Corriola; Quinta do Barão; Quinta Nova, Quinta de Santo António ou Quinta da Ordem; Quinta da Alagoa; Quinta da Torre da Aguilha; Quinta do Junqueiro; Quinta dos Lombos; Quinta do Lameiro; Quinta das Encostas; Quinta do Marquês de Pombal; Quinta de Rana; Quinta da Terrugem; Quinta dos Pesos; Quinta da Fonte da Aldeia; Quinta de S. Gonçalo; Quinta da Cartaxeira e Propriedades não identificadas); Famílias e Personalidades; Urbanismo; Serviços, Comércio e Indústria; Fortes e Assuntos Militares; Igreja e Religião; Saúde e Ação Social; Desporto e Lazer; Movimentos e Partidos Políticos e Junta de Freguesia de CarcavelosTradição documental:OriginalSistema de Organização:Critério TemáticoCondições de Reprodução:Constantes do regulamento interno (art. 17.º)Fontes e Bibliografia:Pereira, Ana Duarte Baptista - A vinha e o vinho de Carcavelos : contributos para o seu estudo. Cascais : Câmara Municipal, 2007. 199 p. ISBN 978-972-637-175-5.Pereira, Ana Duarte Baptista - A vinha e o vinho em Carcavelos. Cascais : Câmara Municipal, 2007. 67 p. ISBN 978-972-637-174-8.Carcavelos, a vinha e o vinho : exposição. Cascais : Câmara Municipal, 2005. 21, [2] p.Vinhos de Carcavelos : exposição. [Cascais] : Câmara Municipal, D. L. 1989. 35 p.Notas:Cota do fundo: H4. A coleção encontra-se acondicionada em 28 cx, 3 lv. e 1 gv.Código de Referência:PT/CMCSC-AHMCSC/AESP/CALM