Está aqui

Laço Azul Humano no Mercado da Vila | Campanha contra maus tratos na infância e juventude

Cascais associa-se à campanha nacional “Apenas o Coração Pode Bater” promovida pela Comissão Nacional de Promoção dos Direitos de Proteção das Crianças e Jovens, que tem como ponto alto a formação de um Laço Azul humano dia 14 de abril, às 14h00, no Mercado da Vila.

Prevenir os maus tratos a crianças e jovens é o objetivo da campanha nacional ”Apenas o Coração Pode Bater” que decorre durante o mês de abril por todo o país.

Em Cascais, a abertura oficial arrancou no Centro Cultural com a atuação da Orquestra Juvenil do Agrupamento Frei Gonçalo de Azevedo e do Conservatório de Cascais; apresentação do relatório de atividade da CPCJC2015; apresentação de boas práticas pela Equipa Multidisciplinar Agrup. Frei Gonçalo Azevedo e pelo SPO do Agrupamento de Escolas da Parede; entrega de prémios do concurso da mascote “Mariano” da CPCJC e inauguração da iluminação, azul, no Centro Cultural de Cascais à semelhança de outros edifícios municipais que estão iluminados desde o início do mês.

“Todos nós temos a obrigação e o dever de, em conjunto, desenvolver um trabalho positivo para evitar que casos destes ocorram” diz Frederico Pinho de Almeida, vereador da CMC, que referiu o reforço da equipa da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Cascais (CPCJC).

Para, Célia Rebelo, presidente da CPCJC “é importante que todo o trabalho feito e iniciativas desenvolvidas ao longo do ano chamem a atenção para esta problemática e que as instituições de primeira linha, como escolas ou centros de saúde, esgotem todas as hipóteses de intervenção antes de remeterem os casos às comissões.”

A Câmara Municipal de Cascais e a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Cascais (CPCJC) associam-se assim à campanha de sensibilização cujo ponto alto será a realização de um Laço Azul Humano, no Mercado da Vila, dia 14 de abril, pelas 14h00. A comunidade é convidada a participar e a vestir-se de azul-escuro. 

O programa do evento contará com a atuação da Orquestra Juvenil do Agrupamento da Escola Frei Gonçalo de Azevedo e do Conservatório de Cascais. O Grupo de Teatro Engraç’Arte fará a leitura da Declaração dos Direitos da Criança e apresenta uma dramatização intitulada “Só o coração pode bater”. A apresentação do evento estará a cargo da atriz Joana Brandão. Para assinalar a iniciativa, durante o mês de abril os edifícios dos Paços do Concelho, do Centro Cultural de Cascais e do Museu Condes de Castro Guimarães estão iluminados de azul. 


Dia 14 de abril | Programa no Mercado da Vila

13h00 – Desfile do grupo”  Bloco Afro Nação” do Agrupamento de  Escolas  Frei Gonçalo de Azevedo
Estação – Rua Direita - Mercado da Vila
13h30 – Abertura da sessão pelo Presidente da CMC, Carlos Carreiras
13h45 – A História do Laço Azul, pela Presidente da CPCJ-Cascais, Célia Rebelo
13h50 – Leitura da Declaração dos Direitos da Criança pelo Grupo de Teatro Engraç’Arte
13h55 – Teatro de Intervenção - Dramatização “Só o coração pode bater”, pelo Grupo de Teatro Engraç’Arte
14h00 – Formação de um Laço Humano. Apresentação do evento pela atriz Joana Brandão

Alguns dados CPCJCascais em 2015:
1094 processos de crianças e jovens movimentados:
506* – 497 novos e 145 reabertos
443 transitados de anos anteriores
9 remetidos de outras CPCJ

Processos Transitados para 2016:
43% Processos com medida aplicada em acompanhamento
57% Processos em análise preliminar ou avaliação diagnóstica

Medidas de promoção e proteção aplicadas:
71% Apoio junto dos pais
14% Apoio junto de outro familiar 
12% Acolhimento residencial
2& Autonomia de vida
1% Confiança a pessoa idónea 

Entidades que mais sinalizaram:
1º Forças de segurança 
2º Escolas
3º Ministério Público
4º Mãe

 

 

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais